Casinha: “Pimos” e um agradecimento.

Tenho uns primos muito comédia que me instigam a publicar todo esse processo: Marília e Duarte, seu esposo que às vezes chamo de primo, às vezes de irmão gêmeo. O legal de andar com eles dois é que sempre estamos nos identificando e empolgando.

Acredito que tenha sido a primeira hóspede da casinha deles, e fui tão bem acolhida, que pelas áreas deles, me senti no meu próprio cantinho. Do tipo que me acordo antes de todo mundo e já vou atrás do café. E quando acordam lá estou eu com lápis de colorir, ouvindo músicas bem ambiente, lendo Cora, lendo bíblia e às vezes observando seus filhos: Megan, Jake e Pedrita. Uma cachorrinha, um gato e um gatinha, respectivamente.

Nessa de identificação, o que destoa mesmo é horário de sono, considerando que sou mais diurna do que Marília e sempre foi assim. No mais, uma sequência de Youtubers animam nossas tardes. A gente gosta de umas coisas da Jout, a gente faz maratona de Dani Noce (Precisamos ir a Islândia, inclusive, qualquer dia desse, tudo por culpa da Dani Noce), a gente desembesta nos tutoriais de maquiagem, quando estou com Marilinha, ou então Nerdologia, quando a gente pende pros gostos de Dudu. Deu pra perceber ai a sintonia da turma?  Passando pra parte dos passeios, é passeio de adulto que define a gente, tá? Uma livraria, uma exposição, Leroy, TokStok, e pronto! Estamos felizes e inspirados. Isso quando não estamos vidrados no Pintrest.

Ai você me pergunta: O que o casal tem a ver a casinha? O fato é que tanta identificação com essa minha geração pede um compartilhamento mesmo que modo à distância, e não só eles dois. Meu amigo Yan está no embalo se alegrando comigo! Nay e And Rolim são os que buzino pra saber nomes de tintas! Uma turma do bem mesmo me manda mensagens, e pasmem: Hoje mesmo no meu trabalho veio um voluntário oferecer mão de obra para a pintura da mesma. Eu fico contente só com as intenções que se expõem. Toda a alegria compartilhada, redobrada,  dicas, mãos amigas mesmo, tudo me anima.

Devo confessar que o feedback instantâneo e a empolgação deles me atingem diretamente. Tem coisa melhor do que pessoas positivas pensando junto com você? Muito obrigada, viu? Dudu bem me lembrou que relatar minhas emoções por aqui poderia ajudar outrem, e essa é a ideia!

Depois de nos últimos posts tanto falar em dependência de Deus, é de encher o coração ver como Ele usa os seus e nos dá forças para manter o ritmo de mudanças. E que ritmo!

Mas por hora resolvi dedicar esse tempinho para agradecer mesmo. Até a você que veio aqui se alegrar conosco!

Valeu, turma!

Um comentário sobre “Casinha: “Pimos” e um agradecimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s