O presente em forma de leitura: 1Co 2.

Toda vez, ao começar a escrever, faço uma junção de dados que acabam chegando até mim, e no fim penso em “como organizar isso, meu Deus!“. Sim porque absorver é muito bom, mas fazer fluir daí, é outra história. Imagine eu pegando retalhos de todo canto e querer falar “tá pensando no que eu tô pensando?“. Outro dia me disseram que às vezes meu texto sai difícil. Fiquei meio sem jeito, confesso, porque não considero difícil e me desafio a deixá-lo compreensível e fluente. Me desafio a conversar. Não foi uma nem duas pessoas que comentaram sobre. Diante disso, apesar dos elogios, penso que devo pedir desculpas caso use de uma “pseudo eloquência” que dificulte a leitura. A ideia é conversar “normalzin“, de modo que minha voz fique audível por aí. A real é que sou fluente no cearês, com muito orgulho.

Mas não era necessariamente sobre isso que vinha falar,o caso seria a exposição do Texto da Prisca no blog “Teologia Para Mulheres”, mais que andei estudando, mais meu xodó por vocábulos no geral.

Final do ano passado, me interroguei, como de costume, sobre as coisas relevantes realizadas ao longo do ano e concluí mais uma vez que não há nada mais importante nas nossas resoluções do que visar a eternidade. Trabalhar pelo reino, bem como me alimentar e nutrir nesse âmbito. Resoluções que vejo como “comuns”, tais como trabalho, estudos, relacionamentos, enfim, tudo que vejo como parte de um protocolo social a se cumprir, minimizo diante da maior e melhor incumbência dada. Então, o negócio funciona como a mesma absorção de dados, dados esses nutritivos, e a multiplicação deles pelo meu raio, muito embora meu raio seja virtual. Da conclusão feita pela minha retrospectiva interior, fiquei satisfeita, e espero ter alegrado Meu Amado – pois é, sou gamada mesmo.

O fato é que por vezes, quando chego na parte do repasse, incluo as tais palavras difíceis comentadas por amigos, e fico “puxa vida, acho que embolei”. Autocrítica e eu somos muito unidas. Contudo, pautei em oração minha ânsia de ensinar o que aprendo de modo objetivo e simples e na mesma noite da referida oração fui estudar o “Catecismo Maior de Wesminster”. E eu me lembro de ter falado exatamente “Sabedoria do Alto” na oração, por motivos de estar mais ativa no blog e usá-lo com o fim da reprodução.

Não era minha intenção procurar textos com o mesmo vocábulo. Só queria expor ao Senhor minha ânsia e seguir os estudos naquela noite. Acontece que a 4ª pergunta do referido objeto de estudo vinha acompanhada de I Coríntios 2:6,7 e aquilo era o que eu precisava. Ele falava em “Sabedoria de Deus” e já não me satisfazia com os versículos propostos. Fui ler o capítulo todo. E ele começava exatamente assim:

E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria.
Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.
E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor.
A minha linguagem e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria, mas em demonstração do Espírito de poder;
para que a vossa fé não se apoiasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.
Na verdade, entre os perfeitos falamos sabedoria, não porém a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que estão sendo reduzidos a nada;
mas falamos a sabedoria de Deus em mistério, que esteve oculta, a qual Deus preordenou antes dos séculos para nossa glória;
1 Coríntios 2:1-7

Já podia encerrar por aqui. E mostrar que o evangelho puro e simples é o necessário em meio às minhas ideias demasiadas. Mas fui ler o texto da Prisca, que consistia em gerações, e o mesmo contexto; Que pautava o que temos em mãos e o que devemos fazer; Que comentava sim, a perfeita palavra revelada e essencial. E aqui, deixo o link para quem quiser de deleitar como eu: Com I Coríntios 2 e o texto da Prisca que só veio agregar – https://teologiaparamulheres.wordpress.com/2018/01/11/o-evangelho-de-todas-as-eras/

Cheiro e até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s